15 de abril de 2021

Alimentação saudável para as crianças: o que colocar no cardápio

Compartilhe este Post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no google
Compartilhar no pinterest

Quem é pai ou mãe sabe bem que uma das nossas maiores preocupações é garantir o melhor para os nossos filhos. E isso inclui também a alimentação dos pequenos, já que queremos nos certificar que eles cresçam fortes e saudáveis. Mas na hora de montar o cardápio infantil, bate a dúvida: o que colocar na alimentação das crianças que é saudável, ajuda no desenvolvimento, mas não faz mal para elas? Nós reunimos aqui algumas opções:

Dos 0 aos 6 meses:

Durante essa faixa de idade, a OMS (organização mundial da saúde) indica que a criança se alimente apenas do leite materno. Ou seja, o melhor a se fazer nos primeiros seis meses de vida do seu filho é amamentá-lo à medida que ele sentir fome e não tentar adicionar nada de novo na dieta do bebê. Vale lembrar que para que a criança fique bem nutrida, é ideal que a mãe também se alimente bem e de maneira saudável. Isso garante que a criança terá todos os nutrientes necessários. Caso você não consiga amamentar, bancos de leite e fórmulas específicas podem ser adicionadas à dieta do bebê, sempre com indicação médica. 

Dos 6 meses a 9 meses:

Aqui você já pode começar a introduzir alimentos sólidos na dieta do seu filho. O ideal é que a criança se alimente com opções saudáveis como legumes e frutas. Atualmente, os pediatras recomendam que a comida seja dada ao bebê em pedaços pequenos ou amassada, e não liquidificada. É que a comida em pequenos pedaços estimula a mastigação e ajuda no desenvolvimento da criança. Aqui não há restrições quanto a frutas e verduras, mas é contraindicado açucar e excesso de sal e temperos.

De 9 meses a 2 anos:

A partir daqui a criança já pode ser incluída na rotina alimentar da família, mas é claro, com ajustes de quantidade e textura. É preciso seguir cortando comida em pedaços menores e se certificar que é confortável para o seu filho, que ele não vai engasgar, etc. Ainda é melhor optar por uma dieta balanceada, repleta de legumes e frutas e evitar excesso de doces e de sódio, por exemplo. 

A partir dos dois anos:

Aqui é quando a criança geralmente começa a ter contato com outras crianças, vai à escola, começa a ir a festinhas de aniversário e tudo o mais. Seu filho pode comer de tudo, mas o melhor é estimular uma dieta saudável, sempre com equilíbrio. Ao invés de proibir alimentos, o melhor é explicar porque determinadas comidas fazem melhor a saúde do que outras. E sempre vale o exemplo. Uma criança que cresce vendo os pais comendo verduras, frutas, pouco doce e pouca fritura tende a repetir os hábitos. Dizer que a criança deve tomar apenas suco quando você toma refrigerante diariamente, não vai colar.

Se você quer optar por uma alimentação mais saudável, você precisa conhecer a VitaPower. Somos uma empresa referência em pastas de amendoim, e possuímos pastas de amendoim saborizadas que são ótimas opções para um doce mais saudável. Quer saber mais sobre os nossos produtos? Visite nosso site!

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no google
Compartilhar no pinterest

Mais para explorar